Pão de queijo. Huummm…

Recentemente eu consegui aperfeiçoar a minha receita de pão de queijo e cheguei onde queria. Depois que postei algumas fotos no Facebook muitos amigos me escreveram perguntando a receita. Como eu já estava pensando em começar uma série de artigos sobre comida brasileira resolvi começar falando do pão de queijo.

cleveland_october

Bom, um pouco de história para introduzir o assunto e explicar o caminho que vou seguir. De 1992 a 1996 nós moramos nos Estados Unidos. Fomos todos para Cleveland estudar, fazer um PhD. Naquela época não havia tanta informação disponível na internet; ainda era a transição das BBS para o que conhecemos hoje. Achar comida brasileira era bem difícil. Na cidade tinha um restaurante brasileiro, o Segio’s (que não existe mais), que era pequeno, mas bem aconchegante. Eu sempre gostei de explorar as prateleiras do supermercado e me imbuí do espírito de encontrar ingredientes que nos permitissem fazer uma comida gostosa em casa. Sobretudo depois que um amigo americano que morou no Brasil me apresentou ao Cream of Wheat como substituto da farinha de mandioca (depois vou fazer um artigo especialmente sobre isso com receita de farofa).

Quando mudamos para o Canada eu trouxe o mesmo espírito e venho procurando e anotando vários produtos que são similares ou que substituem bem os ingredientes brasileiros. Tanto que eu não frequento os mercados latinos. Tirando o Bis, não sinto falta de nada que eu não possa fazer em casa.

Mas, voltando ao pão de queijo.

Existem várias receitas na internet. Por muito tempo eu usei uma receita daquelas de liquidificador. Ficava boazinha, mas não lembrava aquele pão de queijo mineiro da minha infância, tão crocante, macio e com gosto de queijo. Um dia, buscando por outras opções, eu encontrei na Amazon.com uma mistura para pão de queijo da marca Chebe (Original Cheese Bread Mix). Quando fiz a minha primeira tentativa, seguindo a receita da caixa, ficou muito, muito ruim. Não, ficou pior do que isso! Ficou duro, seco e intragável...

Mas, como sou persistente (e tinha mais 7 caixas no armário...) fui modificando a receita até que ela ficou excelente. Mas, antes da receita, algumas explicações.

  • A mistura na realidade é só o polvilho. Tem que adicionar os outros ingredientes. Se substituir pela Tapioca Flour fica bom.
  • As medidas da receita abaixo são as usadas no Canadá e Estados Unidos
  • Eu gosto do pão de queijo com gosto de queijo – algumas pessoas preferem menos queijo
  • Eu não uso muito sal. Na minha receita a única coisa salgada é o queijo. Quem quiser os pães de queijo mais salgados deve adicionar sal a gosto

PaoDeQueijo

Bom, agora a receita:

  • 200 g de polvilho (uma caixa da mistura da Chebe
  • Dois ovos grandes
  • Dois “cups” de queijo, um de mozzarela (shreded) e outro de queijo parmesão (“shreded” o em pó fica muito seco)
  • Um quarto de “cup” de azeite ou óleo de canola
  • Agua para ajustar a massa
  • Uma pitada de alho em pó (opcional)

Eu faço a mistura na mão. Apertando e abrindo a massa (kneading) até incorporar todos os ingredientes. O “kneading” é importante porque influi no crescimento. A massa gruda bastante. Se colocar um pouco de água ela descola da mão. Se colocar muita água, volta a grudar. Basta colocar mais polvilho. Eu não me importo com a massa grudando. Prefiro ela um pouco mais mole pois acredito que ajude a crescer mais. Para fazer as bolinhas eu molho a mão.

Depois é só fazer as bolinhas (essa receita dá para cerca de 20 bolinhas médias) e assar no forno a 375 F (convection oven) ou 380 F (forno comum). Fica dourado em cerca de 20 minutos. Aí é só tirar do forno e se deliciar!

Eu comprei a mistura da Chebe (que na realidade é só o polvilho) nos Estados Unidos. Ela vem em uma caixa com uma receita de pão de queijo que eu não gostei.

 

Chebe

 

Para quem está no Canadá tem o polvilho da Ótimo que vem em embalagem sustentável.

 

Otimo

 

Eu já fiz algumas variações da receita acima, com outros queijos e temperos. Todas ficaram muito boas. Depois eu escrevo sobre elas com mais calma.

Para finalizar, alguns comentários sobre as novas séries de artigos sobre custo de vida e comida brasileira.

O nosso site é sobre Empreendedorismo. Mas o empreendedor precisa morar, comer, estudar, cuidar da família, etc. Estes assuntos serão todos abordados aqui. Mas será necessário ser assinante para ter acesso a esta informação. Alguma coisa estará disponível para os assinantes gratuitos. Mas a grande maioria só estará disponível para os assinantes VIP. Nossa proposta é trazer informação de qualidade, que possam ser usadas para fazer o planejamento daquele que, talvez, seja o mais importante investimento da vida de nossos leitores. Para isso é preciso que façamos um trabalho de pesquisa sério, o que demanda investimento de tempo e dinheiro.

Além disso em breve estaremos trazendo nosso primeiro curso – Como abrir uma empresa no Canada. Os assinantes do nosso site receberão o aviso do lançamento com uma semana de antecedência e os assinantes VIP terão desconto na matricula.

Muito obrigado por nos visitar hoje. Volte sempre!

Newsletter

Ainda não é assinante?

Clique aqui e junte-se a outros empreendedores de sucesso!

Nossos assinantes tem acesso ao conteúdo exclusivo:

  • Agregador de notícias sobre negócios no Canadá
  • Artigos exclusivos sobre negócios
  • Entrevistas exclusivas com empreendedores de sucesso
  • Entrevistas exclusivas com agencias de fomento e apoio ao empreendedor
  • Informações sobre custo de vida no Canadá
  • Artigos sobre o dia-a-dia no Canadá
  • Descontos em treinamentos essenciais para o empreendedor